Anime Cultura Japonesa Pagode Japonês

Resenha Semanal | The Detective is Already Dead #11

Escrito por Vini Leonardi

Na penúltima semana, temos nossa penúltima resenha semanal de “The Detective is Already Dead“! O animê está chegando ao fim, e se você deixou a coisa acumular para maratonar tudo no final, esse é um bom momento de ir assistir os episódios anteriores, e ler as resenhas anteriores:  #01 | #02 | #03 | #04 | #05 | #06 | #07 | #08 | #09 | #10.

Como estamos quase acabando a temporada, o animê faz um esforço para tentar concluir seu raciocínio. Esforço sempre dá resultados, mas, de vez em quando, não dá resultados positivos. Com alguns acertos e alguns erros, vamos comentar o episódio da semana!

Captura de tela do episódio 11 de "The Detective is Already Dead", mostrando Yui

Parece que o olho-que-tudo-vê da Yui conseguiu ver o plano do Kimihiko dessa vez (Reprodução: Twitter Oficial, @tanteiwamou_)

Episódio 11: “Uma luz em meio à esperança”

Continuando de onde paramos na semana passada, o Kimihiko salva o dia com o poder da enrolação estratégica. Comprar alguns preciosos minutos fazendo um discurso emocionado, e forçando o seu vilão a fazer outro discurso emocionado é uma tática mais velha que andar para frente, e foi o que o nosso ajudante predileto fez para salvar a Nagisa. E o animê fez questão de te mostrar que ele tinha planejado as coisas só até aqui.

Seguimos com mais um pequeno acerto: Uma boa utilização de flashback. Viu gente? Não é tão difícil assim! Um flashback não precisa ter mais que um minuto de duração, e ele pode ir direto ao ponto que será utilizado logo na sequência. É uma construção que nos faz lembrar que sim, de fato, a detetive já está morta, e que o importante é o presente, e não o passado. Mas também mostra que ela continua sendo relevante no hoje, por meio de suas filosofias e lições. A ideia não era essa?

O que eu não gostei, porém, foi a segunda enrolação estratégica. O garoto estava lá, enrolando o nosso camaleão (que aliás, era um camaleão mesmo né? Esse autor gosta de ser literal) depois de ter salvo a Nagisa. Essa era a oportunidade perfeita para fazer justamente o que o autor disse que era o objetivo dele desde o princípio: contar uma história de um protagonista super-poderoso e bem-preparado. Se tivessem me falado um “Ahá! Eu sabia desde o princípio que eu não tinha como enfrentar um mutante por conta própria, e sabia que a Charlotte iria aparecer com reforços! Por isso eu passei um flashback no meio da cena de combate! Eu sou muito esperto!“, eu teria aplaudido. Seria uma atitude incrivelmente corajosa por parte da história, e por mais cafona que seja, se alinharia com o que a história pretende ser.

Captura de tela do episódio 11 de "The Detective is Already Dead", mostrando Camaleão (esquerda) e Kimihiko (direita)

Eu depois de duas doses da vacina vs eu antes de tomar a vacina (Reprodução: Twitter Oficial, @tanteiwamou_)

Considerações Finais

Eu não sei mais o que dizer, apenas sentir. No caso, sinto pena do animê. A direção artística do show não está dando conta de fazer o que precisava fazer. Todas as cenas são anti-climáticas, sem emoção e sem intensidade. Eu acredito seriamente que você precisa de um certo talento para conseguir fazer uma cena onde um cara se transforma em um camaleão-mutante enorme e é então alvejado por uma submetralhadora dentro de um navio em chamas, ser uma sequência totalmente sem impacto.

Por outro lado, a segunda metade do episódio serviu como réplica ao meu comentário da semana passada: Finalmente justificaram os cinco episódios de flashback que eu tanto reclamei sobre. Foi uma conclusão que precisava de uma certa construção para funcionar, e que só teve impacto justamente pela longa duração. Mas com o porre que foi acompanhar essa construção sem aviso prévio, e com o problema de direção artística já mencionado… A conclusão pareceu muito menos impactante do que precisava ser. Isso faz com que eu não tenha certeza se a justificativa tenha valido a pena.

Ao menos deram uma justificativa, né? Agora só resta um episódio.

Captura de tela do episódio 11 de "The Detective is Already Dead", mostrando Siesta

Quando finalmente o seu jogo de Xadrez 5D, que você vem planejando há anos, finalmente chega à conclusão que você já tinha calculado 27 passos a frente de todos… (Reprodução: Twitter Oficial, @tanteiwamou_)

O animê está disponível na Funimation, com novos episódios aos domingos, e legendas em português. Além de “The Detective is Already Dead”, a Funimation também anunciou diversos outros títulos para a temporada de verão de 2021, incluindo algumas dublagens para o português.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Vini Leonardi

Cavaquinho na roda de pagode da Torre. Jogo World of Warcraft e assisto desenhos chineses, e nas horas vagas faço faculdade de Química.
Pra mim, Marvel e DC parecem nomes de marcas de roupa chique.
Finjo saber escrever sobre animes quando na verdade tudo que faço são menes irados.

Deixar um comentário

Or