Anime Cultura Japonesa Pagode Japonês

Resenha Semanal | The Detective is Already Dead #10

Escrito por Vini Leonardi

Dá para acreditar? Essa é a décima semana que estamos fazendo resenhas de “The Detective is Already Dead“! Parece que vamos mesmo sobreviver até o final, ein? Caso não tenha visto, as resenhas anteriores podem ser lidas aqui:  #01 | #02 | #03 | #04 | #05 | #06 | #07 | #08 | #09.

Como uma fênix que resurge das cinzas após morrer, o animê decidiu voltar ao presente após cinco semanas de flashbacks. E, assim como a fênix, meu interesse no show pareceu renascer. Vamos comentar o que vimos essa semana:

Captura de tela do episódio 10 de "the Detective is Already Dead", mostrando Charlotte (direita) e uma parte de Kimizuka (esquerda)

Dessa vez, a Charlotte serviu de algo! Isso que é desenvolvimento de personagem! (Reprodução: Twitter Oficial, @tanteiwamou_)

Episódio 10: “Então, não posso me tornar um detetive”

O episódio começa com uma reflexão da Nagisa – que o autor levou muito ao pé da letra, fazendo ela ficar de frente para o seu reflexo num espelho por toda a cena… E a sutileza? – onde vimos ainda melhor dois detalhes opostos de episódios anteriores: Nos mostrou, de novo, que aquela introdução da garota, no episódio 2, foi completamente sem pé nem cabeça… e também nos mostrou que a escolha de direção do episódio 3, que eu tanto elogiei, foi feita propositalmente. A própria Nagisa admitir que ela é o completo oposto da Siesta é um ponto óbvio, mas que impacta quando é dito de forma tão descarada assim.

Outra coisa que eu já comentei antes, mas que se mostrou novamente nesse episódio, foi a inversão de papéis. Depois de cinco episódios vendo a Siesta ser a “provocadora” e o Kimizuka ser o “provocado”, ver o Kimizuka no papel de “provocador”, mesmo que acidentalmente, é como uma brisa de ar fresco. E o animê estava precisando mesmo de uma refrescada de ares.

A aparição – dessa vez, com alguma utilidade pra trama – da Charlotte também foi interessante, ao trazer ainda mais destaque para o conflito interno da Nagisa, e de servir como ponto de início para a trama do arco. E qualquer personagem que seja necessária para nos levar até um vilão dublado pelo Takehito Koyasu é uma personagem importante, na minha opinião.

E já que citei o vilão, toda a história do episódio pareceu extremamente fora de lugar, mas não de uma forma ruim. É normal as coisas parecerem fora de lugar, pois, no presente, estamos acompanhando as coisas por um ponto de vista que é muito mais próximo do da Nagisa (que não tem muita ideia do que está acontecendo, por ter chegado de paraquedas) do que do Kimizuka. Esse sequestro repentino, esse item misterioso da Siesta que aparentemente está no barco, a aparição de um vilão que fica invisível e lhe dá um ultimato… Tudo isso acrescenta ao ar de mistério que circunda a nova e antiga vida da Nagisa.

Captura de tela do episódio 10 de "the Detective is Already Dead", mostrando Nagisa

E não se pode ter um drama sem um pouco de charme, não é? E de charme, a Nagisa está cheia (Reprodução: Twitter Oficial, @tanteiwamou_)

Considerações Finais

Caso não tenha ficado óbvio até agora, o ponto que eu tenho achado mais interessante em “The Detective is Already Dead” é o drama da Nagisa. É por isso que eu fiquei tão revoltado quando tivemos cinco episódios de flashback seguidos, e é por isso que eu fiquei tão feliz quando finalmente voltamos para o presente.

A volta ao presente, inclusive, nos mostrou ainda mais como aquela retrospectiva gigante foi inútil. Aprendemos mais sobre o passado? Sim, mas eles não estão usando essas informações para nada. Espalhar essa história ao longo dos acontecimentos presentes, mostrando apenas a parte que seria útil, parece muito mais interessante do que foi feito. Espero que tenhamos um desfecho colossal para me fazer calar a boca por reclamar tanto, mas não sei se eles terão a qualificação para fazê-lo…

Mas também, deixa eu elogiar quando se é devido: As cenas pontuais de humor estão fluindo muito melhor agora, do que nos primeiros episódios. Elas soam mais naturais, e se encaixam no roteiro como tendo importância. Talvez seja o reflexo de estarmos adaptando um volume mais avançado da Light Novel, onde o autor já pegou melhor o jeito de escrevê-las? Não sei, mas fico feliz.

Agora, as cenas possuem tensão, há impacto num ultimato como o que foi feito pelo vilão. A morte da Nagisa poderia acontecer, já que o futuro ainda não está escrito. Terminar o episódio em um cliffhanger onde coisas estão mesmo em jogo é muito mais interessante do que em um onde não se está apostando nada. Na pior das hipóteses, esse arco já será muito melhor do que o anterior, e por isso, eu fico animado com a expectativa dos próximos episódios.

Captura de tela do episódio 10 de "the Detective is Already Dead", mostrando Yui

Nem mesmo o olho-que-tudo-vê da Yui é capaz de prever o futuro. Mas o passado é fácil de se prever… (Reprodução: Twitter Oficial, @tanteiwamou_)

O animê está disponível na Funimation, com novos episódios aos domingos, e legendas em português. Além de “The Detective is Already Dead”, a Funimation também anunciou diversos outros títulos para a temporada de verão de 2021, incluindo algumas dublagens para o português.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Vini Leonardi

Cavaquinho na roda de pagode da Torre. Jogo World of Warcraft e assisto desenhos chineses, e nas horas vagas faço faculdade de Química.
Pra mim, Marvel e DC parecem nomes de marcas de roupa chique.
Finjo saber escrever sobre animes quando na verdade tudo que faço são menes irados.

Deixar um comentário

Or