Anime Cultura Japonesa Pagode Japonês

Resenha Semanal | The Detective is Already Dead #09

Escrito por Vini Leonardi

Em contraste à semana passada, hoje eu serei breve. As resenhas anteriores de “The Detective is Already Dead” estão aqui:  #01 | #02 | #03 | #04 | #05 | #06 | #07 | #08.

Lembra do flashback das últimas quatro semanas? Que falamos que tinha durado três semanas a mais do que deveria? Pois então, ele continua. Breves comentários sobre o episódio:

Episódio 9: “SPES”

Acredito que o que vimos essa semana resume bem o que tem sido “The Detective is Already Dead”, desde o seu segundo episódio: Diálogos descritivos e com falas pseudo-filosóficas, mas que não carregam nenhum peso ou significado; cenas de ação medíocres e que te fazem questionar o que aconteceu com a incrível luta que vimos no avião; e algumas poucas interações divertidas que se perdem no meio de todo o resto.

Tudo nesse episódio pareceu extremamente esquisito, como se as próprias personagens estivessem desconfortáveis de estar ali. E não digo isso num ponto de vista da narrativa (o que faria sentido!), mas sim, tecnicamente: É um problema de composição de cenas, que já discuti anteriormente, e tem se mantido semana a semana, mas que ficou especialmente visível hoje, pela natureza do episódio que tivemos.

Captura de tela do episódio 9 de "The Detective is Already Dead", mostrando Kimihiko e um pedaço da cabeça de Charlotte

Aliás, qual foi a utilidade da loirinha no episódio de hoje? Servir de Uber? Pois nem a conversa dela valeu muita coisa… (Reprodução: Twitter Oficial, @tanteiwamou_)

Considerações Finais

O episódio de hoje deveria ter sido um clímax, a emocionante conclusão de um looooooooooongo arco que se passa no passado. O que foi entregue, porém, não chegou aos pés do que ele se propôs a fazer. Houveram algumas ideias legais, mas elas não foram executadas tão bem quanto poderiam, fazendo com que tudo ficasse meia-boca.

A melhor demonstração disso é o quão anti-climática foi toda a cena com a “morte” e a morte da Siesta. O dublador do Kimihiko, Arata Nagai, se esforçou para fazer a parte dele, e para isso, eu dou os parabéns, mas todo o resto da cena simplesmente não contribuiu para o impacto que era necessário. O jeito como a Hel simplesmente aparece ali, do nada, para interromper a conversa, chegou quase a ser engraçada… Sem contar que não só uma, mas duas vezes, eles decidiram fazer coisas literalmente brotar do chão para dar uma sacudida na cena que já tinha perdido todo o gás.

Se bem que uma coisa funcionou: Com o coração da Siesta roubado pela vilã, a história me deixou intrigado em tentar entender como aquele órgão vai acabar indo parar na outra protagonista, que não aparece há tanto tempo que eu já esqueci seu nome. Mas, torrar a paciência do seu público com cinco episódios seguidos de flashback, e ainda gastar todo o combustível “do passado” que você tinha de uma vez, não parece ter valido a pena, quando você pensa que esse questionamento foi a única coisa que você ganhou.

Estamos tão perto do final, que me sentiria mal de desistir agora, então vou continuar até o fim. Mas que esse episódio me deu vontade de nem postar nada, isso deu…

Captura de tela do episódio 9 de "The Detective is Already Dead", mostrando Siesta

Depois de estar supostamente morta no início, mas aparecer no início de qualquer jeito, e aí estar morta de verdade, mas voltar a estar viva por cinco episódios, só para fingir morrer e então morrer mesmo no mesmo episódio… Finalmente podemos dizer que a Detetive Está Morta (Reprodução: Twitter Oficial, @tanteiwamou_)

O animê está disponível na Funimation, com novos episódios aos domingos, e legendas em português. Além de “The Detective is Already Dead”, a Funimation também anunciou diversos outros títulos para a temporada de verão de 2021, incluindo algumas dublagens para o português.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Vini Leonardi

Cavaquinho na roda de pagode da Torre. Jogo World of Warcraft e assisto desenhos chineses, e nas horas vagas faço faculdade de Química.
Pra mim, Marvel e DC parecem nomes de marcas de roupa chique.
Finjo saber escrever sobre animes quando na verdade tudo que faço são menes irados.

Deixar um comentário

Or