Quadrinhos

Pipoca e Nanquim lança Um Pequeno Assassinato, de Alan Moore

Escrito por Gabriel Faria

A primeira graphic novel independente de Alan Moore, originalmente publicada em 1991 pela VG Graphics britânica, Um Pequeno Assassinato chega ao Brasil pela editora Pipoca e Nanquim e já está em pré-venda. Confira detalhes abaixo.

De Alan Moore, o criador de Watchmen, V de Vingança e Liga Extraordinária, e o artista expressionista Oscar Zárate, nasce a história de Timothy Hole, um publicitário bem-sucedido que acaba de aceitar o trabalho de sua vida. Contudo, as coisas começam a sair dos trilhos quando ele passa a ser perseguido por uma estranha criança, que o faz se questionar quem realmente é e, principalmente, como afeta as pessoas ao seu redor. Uma história sobre os pequenos homicídios que todos têm de cometer para seguir em frente. Um rastro de mortes de coisas aparentemente insignificantes. Afinal, quanto dano pode causar um pequeno assassinato? Uma das obras mais intelectuais, pessoais e contundentes de Alan Moore, publicada pela primeira vez no Brasil, num volume de luxo que apresenta a história completa, entrevista com os autores e texto introdutório de Carlos Sampayo (outro gigante dos quadrinhos).

A história foi vencedora do Prêmio Eisner de melhor graphic novel em 1994. Seu lançamento nos EUA, um ano antes, foi feito pela Dark Horse Comics, e posteriormente, em 2003, a Avatar Press publicou uma nova edição americana.

O título chega agregando ainda mais valor ao catálogo da editora, que já publicou Espadas e Bruxas de Esteban Maroto, Cannon de Wally Wood, Moby Dick de Christophe Chabouté e o premiadíssimo Beasts of Burden, de Evan Dorkin e Jill Thompson. Para conferir a galeria de previews, visite a página da pré-venda com desconto clicando aqui.

Um Pequeno Assassinato possui 116 páginas encadernadas em capa dura e o preço sugerido é R$ 54,90.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Gabriel Faria

Assistente Editorial, apaixonado por quadrinhos, redator da Torre de Vigilância, criador do blog 2000 AD Brasil e otaku mangazeiro nas horas vagas.