Literatura

A Hora do Lobisomem | Editora Suma vai publicar o clássico de Stephen King

Escrito por Ricardo Ramos

Os fãs de literatura de terror e principalmente de Stephen King já podem começar a comemorar. A Editora Suma das Letras vai lançar mês que vem o clássico A Hora do Lobisomem. O livro vai ter uma edição especial com um conteúdo extra e ilustrações originais da lenda Bernie Wrightson. Que infelizmente faleceu em março desse ano.

Confira algumas ilustrações na galeria abaixo:

 

“O primeiro grito veio de um trabalhador da ferrovia isolado pela neve, enquanto as presas do monstro dilaceravam a sua garganta. No mês seguinte, um grito de êxtase e agonia vem de uma mulher atacada no próprio quarto. Agora a cada vez que a lua cheia brilha sobre a cidade de Tarker’s Mill, surgem novas cenas de um terror inimaginável. Quem será o próximo? Quando a lua cresce no céu, ummedo paralisante toma os moradores da cidade. Uivos quase humanos ecoam no vento. E por todo o lado as pegadas de um monstro cuja fome nunca é saciada.”

A ideia do livro surgiu depois que King foi desafiado a escrever uma “história-calendário”, onde a trama se desenrola através de 12 capítulos que são representados por cada mês do ano. Na época King estava obcecado para escrever sobre lobisomens, mas não conseguia planejar nada, porque sempre achava que precisaria de mais palavras para contar a sua versão para os monstros do que estipulava, por isso o projeto nunca ia para frente. Juntando a ideia da “história-calendário” surgiu algo como uma pequena novela que levou o título de Cycle of the Werewolf (O Ciclo do Lobisomem, em tradução livre). Aqui no Brasil a obra virou A Hora do Lobisomem.

O livro foi publicado originalmente em 1983, e já teve uma adaptação para os cinemas com o título aqui no Brasil de Bala de Prata (1985). Até então, a obra não era publicada por aqui desde 1987 pela Editora L&PM.

A Hora do Lobisomem contém 152 páginas, capa dura e já se encontra em pré-venda pelo preço de R$ 44,90.

 

Compartilhar

Sobre o Autor

Ricardo Ramos

Nerd, jogador de games, escritor, motociclista, batuta e supimpa.