Games

The Game Awards 2016 | coldzera disputa com Faker para ser o melhor jogador do ano

Escrito por Luan Oliveira

Pela primeira vez um brasileiro esta na disputa do prêmio de melhor jogador de e-sports do ano no The Game Awards. O jogador Marcelo coldzera David do CS:GO, atualmente atuando na equipe da SK Gaming, disputa a premiação com a lenda do League of Legends, Lee “Faker” Sang-Hyeok, o sul-coreano Lee “Infiltration” Seeon-woo do cenário de Street Fighter, o argentino Juan “Hungrybox” Debidema, estrela do Super Smash Bros., além do também sul-coreano Byun “ByuN” Woo representando o Starcraft II.

O jogador brasileiro teve papel fundamental nas conquistas do dois majors de CS:GO desse ano, sendo a MLG Columbus pela Luminosity Gaming e a ESL One Cologne pela SK Gaming. Ao lado de Gabriel “FalleN” Toledo, Lincoln “fnx” Lau, Epitácio “TACO” Pessoa e Fernando “fer” Alvarenga, coldzera colocou a sua equipe no topo do ranking da hltv.

O principal adversário de coldzera nesta votação deve ser Lee “Faker” Sang-Hyeok, que no último mês levou a SKT T1 ao tricampeonato mundial, inédito de League of Legends, ao vencer a Samsung Galaxy por 3-2 em uma série super emocionante.

Melhor Jogador de eSports (escolha do público)

  • Lee “Faker” Sang-Hyeok (SK Telecom 1, League of Legends)
  • Marcelo “coldzera” David (SK Gaming, CS:GO)
  • Byun-Hyun Woo (StarCraft 2)
  • Lee “Infiltration” Seeon-woo (Razer, Street Fighter V)
  • Juan “Hungrybox” Debidema (Team Liquid, Super Smash Bros.)

Melhor Jogo de eSports (escolha do público)

  • CS:GO
  • Street Fighter V
  • Overwatch
  • Dota 2
  • League of Legends

Para ver a lista completa do The Game Awards, clique aqui. E para participar da votação clique aqui.

The Game Awards é uma cerimônia de premiação anual dos melhores jogos do ano em várias categorias. O evento presencial com a entrega das premiações acontece dia 1º de dezembro em Los Angeles e será transmitida para o mundo inteiro via stream.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Luan Oliveira

"Quando eu era jovem, eu tinha liberdade, mas não via isso. Eu tinha tempo, mas não sabia disso. E eu tinha amor, mas eu não sentia isso. Muitas décadas passaram antes que eu entendesse o significado destes três. E agora, no crepúsculo de minha vida, este entendimento passou a contentamento"

- Ezio Auditore