Games

Nintendo Switch | Mercado Livre retira anúncios da marca

Escrito por Luan Oliveira

Quem está no Brasil e quiser comprar pela internet o Nintendo Switch, novo console da Nintendo que tem feito sucesso mundo afora, não poderá contar com o Mercado Livre. Isso porque o videogame foi proibido de ser vendido pelo site, assim como jogos e acessórios.

A proibição foi inicialmente relatada pela loja Alcatra Games “Com pesar, sentimos informar que o Mercado Livre restringiu a venda no site de produtos relacionados a marca Nintendo Switch (para qualquer um). A loja que insistir na infração pode ter o perfil suspenso ou excluído, segundo comunicado que o site tem enviado aos lojistas”, diz o texto publicado na página da loja no Facebook.

 

A assessoria de imprensa do MercadoLivre explicou para um site de notícias, que a retirada se deve ao fato de o Switch não ter sido lançado oficialmente no país – vale lembrar, a Nintendo deixou de operar no Brasil em 2015. “A venda do Nintendo Switch por terceiros é proibida pela legislação brasileira, uma vez que o produto ainda não foi lançado no mercado nacional pela Nintendo ou distribuidor autorizado e também não possui os registros pelas agências reguladores competentes. Desse modo, e conforme previsto em nossos termos e condições, o produto ainda não pode ser comercializado no site”, diz o comunicado.

Para um produto eletrônico ser lançado no Brasil, ele precisa ser homologado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A pesquisa pode ser feita no próprio site do órgão e, de fato, não há nenhuma homologação referente ao Switch. Recentemente, a distribuidora NC Games anunciou que traria os games do Nintendo Switch ao Brasil, mas, por enquanto, o videogame em si permanece distante das lojas nacionais.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Luan Oliveira

"Quando eu era jovem, eu tinha liberdade, mas não via isso. Eu tinha tempo, mas não sabia disso. E eu tinha amor, mas eu não sentia isso. Muitas décadas passaram antes que eu entendesse o significado destes três. E agora, no crepúsculo de minha vida, este entendimento passou a contentamento"

- Ezio Auditore