Cinema

Mulher-Maravilha 2 será primeiro filme a adotar políticas anti-assédio

Novidade foi revelada em premiação.
Escrito por Tassio Luan

A recente onda de acusações de má conduta sexual que foram aplicadas a uma série de atores, diretores e produtores de Hollywood levou a PGA (Producers Guild of America) a implementar novas diretrizes contra o assédio.

Por conta disso, a sequência de Mulher-Maravilha, atualmente em desenvolvimento por Patty Jenkins, será o primeiro longa que adotará esta nova implementação.

Quem informou a revelação foi a correspondente da Variety, Rebecca Keegan, em sua conta oficial no Twitter.

Os presidentes da PGA anunciaram a novidade durante a cerimônia de seu prêmio anual e falaram sobre as diretrizes:

”O assédio sexual não pode ser tolerado em nossa indústria. Como produtores, nós fornecemos liderança chave na criação e sustentação de ambientes de trabalho construídos em respeito mútuo. Por isso, é nossa obrigação mudar nossa cultura e erradicar esse abuso.”

Mulher-Maravilha 2 será lançado em 1 de novembro de 2019.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Tassio Luan

Biólogo. Explorador do horror cósmico e de universos desconhecidos.