Entretenimento

Meia-entrada nos cinemas pode ser extinta pelo Ministério da Economia

Escrito por

Em pesquisa realizada pela ANCINE (Agência Nacional do Cinema) no ano passado sobre o consumo de meia-entrada nos cinemas do país, foi constatado que 80% dos ingressos vendidos era em favor do benefício (59,75% beneficiários, 17,27% promocionais e 2,34% cortesias). Segundo a Agência, os preços dos ingressos são altos, por isso o consumo da meia-entrada é recorrente.

O Ministério da Economia deu seu relato sobre a pesquisa e iniciou uma possível extinção da lei federal e de todas as regras que garantem a meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de baixa-renda.

Há 3 anos os ingressos classificados como “inteira” sofrem queda, saindo de 2018 com 30% das compras para 21% em 2019.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor