Games RPG

Iron Maiden: Legacy of the Beast | Gameplay

Escrito por Luan Oliveira

Saiu gratuitamente nesta terça (05 de julho) o game Iron Maiden: Legacy of the Beast.

O jogo é uma inspiração da carreira grandiosa da popular banda britânica Iron Maiden, desenvolvido pela Roadhouse Interactive e 50cc Games.

Iron Maiden: Legacy of the Beast trata de um RPG que explora as músicas da banda inglesa ao mesmo tempo que coloca o jogador em um tour pela carreira do grupo musical.

“Como um fã de longa data, eu sempre pensei que a música, as letras e o conjunto de personagens do Maiden forneceriam a base perfeita para uma experiência profunda de RPG. Este jogo que criamos irá agradar a todos os jogadores mobile, incluindo aqueles que ouvirem o Iron Maiden pela primeira vez.”, comentou James Hursthouse, CEO da Roadhouse.

 

Ao longo do jogo é possível encontrar as diferentes versões do Eddie (mascote do grupo) que assume formas e poderes diferentes, todas encontradas nas capas dos vários CD´s da banda. Com os itens acumulados no decorrer do gameplay é possível convocar novas criaturas ou melhorar as que você já possui.

 

O baixista Steve Harris falou sobre o lançamento do game: “Nós sempre pensamos que nossa música e as imagens do Eddie poderiam ser perfeitas para jogos e isso é algo que temos planejado fazer outra vez, desde que lançamos Ed Hunter em 1999. Agora em 2016 tudo será feito para smartphones, o que torna o jogo ainda mais acessível para todos os nossos fãs e também todos os jogadores em geral.”

Como dito anteriormente, Iron Maiden: Legacy of the Beast não é a primeira aparição do grupo musical no mundo dos games, Ed Hunter, foi lançado juntamente com uma coletânea de músicas da banda, em 1999, e colocava o famoso mascote em um game no estilo shooter para PC. Além disso, o clipe da música Speed of Light, do albúm lançado em 2015, The Book of Souls, é cheio de referências a games clássicos.

 

Iron Maiden: Legacy of the Beast, está disponível para IOS e Android.

 

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Luan Oliveira

"Quando eu era jovem, eu tinha liberdade, mas não via isso. Eu tinha tempo, mas não sabia disso. E eu tinha amor, mas eu não sentia isso. Muitas décadas passaram antes que eu entendesse o significado destes três. E agora, no crepúsculo de minha vida, este entendimento passou a contentamento"

- Ezio Auditore