Quadrinhos

Carolina | HQ brasileira ganha prêmio no Festival de Quadrinhos de Angoulême

Escrito por Ricardo Ramos

E o quadrinho nacional ganhou mais um prêmio importante do exterior. O Festival de Quadrinhos de Angoulême, na França, contemplou a HQ Carolina, de Sirlene Barbosa e João Pinheiro, com o seu premio especial. O livro foi publicado pela editora Veneta em 2017.

Carolina foi escolhida após um júri ecumênico formado por especialistas em quadrinhos, historiadores, críticos, bibliotecários, cartunistas, católicos, protestantes e agnósticos. A premiação não considera apenas obras de narrativas religiosas, mas também trabalhos que destacam valores cristãos, como a tolerância.

Carolina Maria de Jesus foi um dos grandes fenômenos literários do Brasil nos anos 1960. Seu livro de estreia, Quarto de Despejo, ficou no topo da lista de mais vendidos e foi publicado em mais de 13 países. Negra, pobre, moradora da favela do Canindé, zona norte de São Paulo, e mãe de três, Carolina narrava no livro seu cotidiano na favela. Foi descoberta pelo jornalista Audálio Dantas, que a ajudou a publicar o trabalho.

Carolina Maria de Jesus e sua maior obra Quarto de Despejo.

A história de luta, fama e declínio de umas das mais marcantes vozes femininas da literatura brasileira está em Carolina, biografia em quadrinhos de João Pinheiro e Sirlene Barbosa. O livro narra sua infância pobre em Minas Gerais, sua vida sofrida em São Paulo, a fama, as ilusões, as decepções e o esquecimento.

O prêmio será entregue durante o festival em 24 de janeiro, pelo presidente do júri, Jean-Pierre Molina, na Igreja Saint-Martial de Angoulêne.

 

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Ricardo Ramos

Nerd, escritor, jogador de games, cervejeiro, rockêro e pai da Melissa.

Contatos, sugestões, dicas, idéias e xingamentos: ricardo@torredevigilancia.com

Deixar um comentário

Or