Quadrinhos

Black Hole será relançado no Brasil pela Darkside

Escrito por Marcus Santana

A mais famosa obra de Charles Burns será finalmente republicada por aqui. Após anos esgotada, Black Hole retornará às livrarias brasileiras em volume único. O lançamento também inaugura uma nova linha de publicações: A DarkSide Graphic Novelcom intuito de trazer clássicos dos quadrinhos.

De acordo com o release de sua nova editora:

BLACK HOLE se passa nos arredores de Seattle, extremo noroeste dos Estados Unidos, em meados da década de 1970, quando uma praga inominável e traiçoeira se alastra entre os adolescentes locais através do contato sexual e parece não poupar ninguém. Ela se manifesta de maneira diferente em cada um dos infectados — enquanto alguns apresentam apenas manchas na pele, algo sutil e fácil de ocultar, outros se transformam em grotescas aberrações, vagas lembranças do que foram um dia. E uma vez que você foi contaminado, não há mais volta. Para estes seres monstruosos, não há alternativa além do auto-exílio em acampamentos precários, na floresta que circunda a região.

Conforme vamos nos familiarizando com os diversos protagonistas da história — garotos e garotas que foram infectados, outros que não foram e aqueles que estão prestes a ser —, o clima de horror, delírio e insanidade toma conta dos adolescentes. BLACK HOLE apresenta um retrato soberbo e inquietante da alienação dos tempos colegiais, repleto de selvageria e crueldade e hormônios à flor da pele, que dialogam com a angústia, o tédio e as necessidades mais profundas de nossa própria aceitação que dominam essa época da vida.

A graphic novel começou a ser publicado em 1995 e suas primeiras 4 edições foram lançadas pela Kitchen Sink Press. Com a falência da editora, a Fantagraphics Books deu continuidade à obra, lançando mais 8 edições e ainda relançando as 4 que sairam pela KSPem um total de 12 volumes individuais e encerrando a série em 2005. No mesmo ano, a editora Phanteon Books compilou todos os volumes em encadernados de capa dura e cartonada. Todas estas formas de publicação renderam, ao todo, nove Harvey Awards entre 1998 e 2006, dois Ignatz Award em 2003 e 2006, Eisner Award de Melhor Álbum de 2006 e ainda o  prêmio Essentials of Angoulême de 2007.

Muitos desses prêmios foram graças ao trabalho fantástico de chiaroscuro produzido por Burns, com sua arte munida apenas de preto e branco (usando, várias vezes, muito mais preto do que branco) que traziam uma nova cara ao uso dessa técnica às HQs.

Reprodução: Penguin Random House

Em sua primeira edição, Black Hole foi publicado no Brasil entre 2007 e 2008 pela editora Conrad em dois volumes em capa cartonada, contendo todos os 12 capítulos originais

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Marcus Santana

O que seria de nós sem quadrinhos?

Deixar um comentário

Or