Gameplay Games

Análise | Dragon Ball FighterZ

Escrito por Pedro Ladino

A revelação de Dragon Ball FighterZ durante a E3 2017 com certeza foi um dos melhores momentos da feira. Os fãs da franquia Dragon Ball, e de jogos de luta no geral, ficaram eufóricos com o anuncio, pois aquele poderia ser o jogo de Dragon Ball que todos sonhávamos. Será que ele correspondeu as expectativas?

Desenvolvido pela Arc System Works, responsáveis pelas séries Guilty Gear e BlazBlue, Dragon Ball FighterZ traz consigo uma mistura de 2D com 3D que funciona perfeitamente bem, os gráficos do jogo são excepcionais, dando a impressão de que o jogador está de fato jogando um anime.

MODO HISTÓRIA

Campanha em jogos de luta normalmente não possuem um enredo fantástico, e com FighterZ infelizmente não foi diferente. Além de ter uma história simples e fraca, os inimigos não são tão desafiadores. O jogador pode estar com 10 levels abaixo dos seus adversários, e mesmo assim irá ganhar com uma certa facilidade.

O Modo História é divido em três arcos, cada um com seu protagonista, que se interligam entre si. Ele é original do jogo e possui muitas referências ao anime/mangá. Talvez se seguissem a história original escrita por Akira Toriyama poderiam ter um êxito maior.

O jogo possui diversas telas de carregamentos que são bem desnecessárias. Elas acontecem até mesmo durante as cutscenes, o que não faz muito sentido, pois é a maioria delas não possuem grandes cinemáticas. Mas não é nada que futuros updates não possam resolver.

A falta da dublagem brasileira no jogo realmente é uma pena. Imagina que felicidade seria se o game tivesse as vozes de Wendel Bezerra e companhia. Não chega a estragar a experiência, mas realmente é uma pena. As legendas possuem algumas adaptações que nós brasileiros utilizamos no dia-a-dia.

A provável Waifu dos jogadores: Android 21.

MODO ARCADE

O Modo Arcade, já comum em jogos do tipo, é de longe é a melhor parte do jogo. Os jogadores realmente são desafiados, diferentemente do modo história.

É provavelmente o modo de jogo que os jogadores irão mais usufruir.

COMANDOS

Apesar de serem simples, os jogadores casuais irão sentir um pouco de dificuldade para pegar a manha dos comandos do jogo, e podem precisar treinar um pouco. Os Golpes Especiais, como Kamehameha ou Explosão Meteoro, nem sempre funcionam de primeira. Os mais veteranos deverão tirar de letra.

Dragon Ball FighterZ está disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC.

 

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Pedro Ladino

"Just when I thought I was out...they pull me back in."

Deixar um comentário

Or