Anime Cultura Japonesa Pagode Japonês

Torre Recomenda | Keep Your Hands Off Eizouken!

Escrito por Luiz A. Butkeivicz

A temporada de inverno de 2020 começou em uma nota alta ao entregar shows incríveis, e entre eles o novo anime do renomado diretor Massaki  Yuasa, Keep Your Hands Off Eizouken!, que, sob uma premissa simples e uma clara paixão pela arte da animação, Eizouken me fez relembrar a magia dos animes que tanto me cativaram através dos anos.

Escrito originalmente por Sumito Ōwara e dirigido por Massaki Yuasa (Tatami Galaxy, Devilman Crybaby, etc), Keep Your Hands Off Eizouken segue o trio Asakusa Midori, uma garota apaixonada por animação que quer criar um anime, Mizusaki Tsubame, uma garota de alta classe que, contra a vontade dos pais, quer se tornar uma animadora, e Kanamori Sayaka, a melhor amiga de Asakusa que faz de tudo por dinheiro. O trio energético se une para criarem o club do audiovisual e produzirem seu anime enquanto exploram a magia da animação em criar vida no papel.

O anime também traz alguns insights interessantes sobre a indústria da animação no Japão que, através de piadas e indiretas, transparece a intenção e a alma das pessoas que trabalharam na sua produção.

Em seus três primeiros episódios já se tem uma boa ideia da fórmula que o anime irá seguir, e enquanto poderia se tornar cansativa, Eizouken estabelece cedo e sutilmente os objetivos e obstáculos que irão servir pra dirigir as personagens nessa jornada ambiciosa.

Apesar do histórico de críticas ao estilo de arte característico de Yuasa, Eizouken quebra um pouco a regra e adota um estilo mais detalhado e consistente, que na minha opinião, o torna mais acessível que outras obras do diretor, como Tatami Galaxy.

Eizouken se distância das troops geralmente vistas em animes do gênero ‘cute girls doing cute stuff‘ e se caminha em passos semelhantes a Shirobako, tornando-o uma experiência refrescante, envolvente e divertida.

Keep Your Hands Off Eizouken! está disponível na Crunchyroll.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Luiz A. Butkeivicz

Estudante de Publicidade e Literature Geek

Deixar um comentário

Or