Tela Quente

Torre opina | Os 10 melhores filmes da Marvel Studios

Escrito por Tassio Luan

Dando sequência ao especial de 10 anos ao Universo Cinematográfico Marvel, inicio esta humilde matéria mostrando a lista realizada entre a equipe do Torre de Vigilância sobre seus filmes prediletos. Tá esperando o quê para descer a barra de rolagem do seu mouse?

Homem de Ferro  

”Homem de Ferro foi o pilar de toda a construção do universo cinematográfico da Marvel. Além de nos presentear com a fantástica e histórica atuação de Robert Downey Jr., o filme apresentou uma trama política cercada por um mix de seriedade e humor – que logo seria adotado como a fórmula do todo – e pela direção precisa de Jon Favreau. Um dos maiores filmes de super-heróis já produzido, introduzindo o melhor personagem entregue pela Marvel Studios até hoje.” (Thiago)

Capitão América: O Primeiro Vingador

”Naquela época, ninguém pensava no que ia se tornar o MCU. Era só mais um filme de super-herói com o cara que era o Tocha Humana, e isso não fazia sentido na minha cabeça. Mas era um dos heróis que eu mais gostava! Tipo, era o Capitão o símbolo de tudo que é justo e tal. Eu ia assistir a história dele e eu tinha lido uns dias antes um gibi sobre o personagem. Minha cabeça começou a trabalhar freneticamente durante o filme, pensando no que tinha lido e imaginando o que ia acontecer no longa. Do nada, me vi mergulhado e comprei a amizade dele com os soldados e com o Bucky. Eu me senti parte do esquadrão do Capitão. Quando o filme acabou, eu fiquei triste porque não sabia o futuro. Não sabia o universo que tava sendo formado ali e imaginei que nunca mais veria o Capitão na telona! Comecei a comprar vários gibis para suprir o vazio que ficou. Quando soube sobre os planos da Marvel, fiquei bem feliz e até hoje acompanho o MCU por causa do primeiro filme do Caps. Antes dele, não tinha parado para assistir os outros que já tinham sido lançados.” (Luan)

 

Vingadores

”Hoje, quando estamos, finalmente, às vésperas do maior clímax de todo o MCU com a estreia de Guerra Infinita e o confronto (finalmente) contra Thanos, ficamos eufóricos e sedentos para assistir e superar as nossas expectativas. Mas pouca gente comenta (ou se lembra) que já passamos por isso lá no passado. Quando a Marvel Studios preparou o terreno para Os Vingadores. E o filme quando chegou foi tudo aquilo que esperávamos. Todos os personagens participam bem, tem o tempo de tela perfeito, temos (finalmente) o MELHOR Hulk dos cinemas e uma batalha final digna de um blockbuster.

Ouso dizer que Vingadores atingiu não somente o público que curtia os gibis, mas foi abraçado por quem nunca pegou um material da nona arte para digerir. Lembro de amigos falando: “Eu vi o filme e ele é foda! Lembrei de você!”. É um filme que atingiu os dois nichos e atingiu bem. É filme pipoca? Sim. É o Velozes e Furiosos da Marvel! É para o grande público? Sim! Mas como não se emocionar com a briga do Hulk x Thor (melhor do que qualquer Ragnarok), ou os feixes de lasers do Homem de Ferro expelindo no escudo do Capitão e atingindo os inimigos? Mais quadrinhos do que tudo que já tinha aparecido no MCU.

Vingadores não é o melhor filme da Marvel, Soldado Invernal ainda é o melhor de todos, mas era o que esperávamos desde o começo de Homem de Ferro 1. E chegou muito bem. E que venha Guerra Infinita!” (Ricardo)

Capitão América: Soldado Invernal

De longe, o meu favorito da Marvel devido ao seu tom sério e coreografias de lutas sensacionais. O impacto que o mesmo teve no seu Universo Compartilhado foi extremamente importante para alavancar a qualidade da série Agents of S.H.I.E.L.D.” (Pedro)

”Os Irmãos Russo entraram com a importante missão de tornar a sequência do Primeiro Vingador tão excelente quanto foi este que aqui menciono. O tom sério mesclado ao clima puro de espionagem foram ideias que me fizeram sair do cinema com a certeza que eu estava diante do melhor longa já realizado até o momento dentro da Marvel Studios. Todas as cenas de lutas são empolgantes e para mim, a mais marcante é o embate entre Steve Rogers e Soldado Invernal. O desfecho do mesmo é de fazer qualquer um pirar e ainda gritar: Eu entendi a referência! Não bastando isso, foi o filme que mostrou a queda da S.H.I.E.L.D. que obviamente precisava respingar em Agents of S.H.I.E.L.D.” (Eu, o Cavillboy)

Guardiões da Galáxia

”Por ter trazido um grupo de heróis totalmente desconhecido ao reconhecimento gigante do público e por ter resgatado tecnologias já esquecidas como a fita K7, que teve seu mercado reativado em virtude do filme, além de uma trilha sonora POP, entrelaçada ao ritmo e desenvolvimento da trama. E empatado está Homem de Ferro 2 por ter introduzido a primeira heroína do Universo Cinematográfico da Marvel, a Viúva Negra, ampliado as relações de Tony Stark com a S.H.I.E.L.D. e preparado o terreno para o surgimento dos Vingadores.” (Tiago)

Capitão América: Guerra Civil

”Foi o fim de uma trilogia foda, em que só erraram em adaptar uma saga muito importante sem ter ainda heróis suficientes pra ela e onde diversos heróis ainda não apresentados tinham papéis muito importantes. Entretanto, mesmo com essas dificuldades, foi uma excelente adaptação.” (Guilherme Chaves)

Guardiões da Galáxia Vol. 2

”O filme é uma expansão do primeiro. São todos os aspectos do primeiro, só que em maior escala. Em relação a história, ela é divertida, mesmo que não tenha muito do contexto para o universo Marvel até o Guerra Infinita como o primeiro teve. O tom do filme é interessante e o destaque para isso foi a ambição do antagonista. Ela não foi vazia como uns aí (Lobo da Estepe), pelo contrário, teve um propósito próprio e egoísta, característica de vilão. As cenas de luta também foram muito boas, tirando a batalha final que achei meio bosta e a inicial que podia ter uma introdução melhor.” (Marco)

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

”É simplesmente esplêndido e incrível. Essas são as duas palavras que melhor descrevem a película que mescla: ação, comédia, aventura e drama em sua composição cinematográfica. Apesar de ter menções e até mesmo participações especiais de outros super-heróis em seu núcleo principal, é totalmente perceptível a independência que De Volta ao Lar carrega em suas costas. Seja por parte de seu rico universo até por questões mais técnicas, não abusando muito dos clichês de filmes hollywoodianos.

Com uma pegada mais voltada para o público infanto-juvenil, Tom Holland dá a vida ao melhor Homem-Aranha/Peter Parker que os amantes da sétima arte já viram. Suas emoções usam como base o humor, contudo, as fatalidades que cercam a vida do herói tornam os seus sentimentos alegres em algo um pouco mais sombrio, mesmo que seja por um tempo mínimo na telona.

Por fim, a famosa fórmula Marvel se encaixa perfeitamente com a linha de raciocínio que o filme segue. Isso, deve-se ao comportamento que o Amigão da Vizinhança age perante a postura dos demais sujeitos que compõem o longa-metragem.” (Daniel)

Thor: Ragnarok

”É o único filme da Marvel que não finge que não está seguindo a fórmula. Eles não disfarçam. Tudo é muito colorido, vibrante, tem piada o tempo todo, mas mesmo assim, não é um filme idiota. É uma revolução para o personagem. Uma perfeita desconstrução do personagem e da mitologia. Além disso, tem crítica ácida ao colonialismo e é full Kirby. Só por isso já é o melhor.” (João)

Pantera Negra

”É o filme mais humano e sombrio do Universo Cinematográfico da Marvel. Com pouquíssimas piadas fora de ritmo e uma trama que tem uma motivação muito maior por trás, Pantera Negra abalou não apenas a bilheteria dos cinemas ao redor do mundo, mas sim, conseguiu entrar para a história com a representatividade que a película faz com seus atos e dizeres.” (Daniel)

 

Menção honrosa: “Quem é você neste vasto multiverso, Sr. Strange?”

”Fugindo um pouco do lado mais humano e racional, Doutor Estranho estreou com o objetivo de abrir novos horizontes no MCU. Apesar de ser um ator simplesmente simpático, a escolha de Benedict Cumberbatch para viver o arrogante Mago Supremo casou perfeitamente com a personalidade do personagem e que durante o seu desenvolvimento, aprendeu a ser um herói mais humilde.

Mesmo com um tom que não sabe se vai para o drama ou se pega a comédia para si, a película age bem no quesito de desenvolvimento de personagens, mesmo que seja algo breve e não muito apelativo, que é o caso da Anciã e Dormammu. Resumindo em poucas palavras, o filme é um dos mais diferentes da Marvel, apresentando para os telespectadores um universo totalmente novo em cima de um macrocosmo já existente.” (Daniel)

 

Isso é tudo, vigilantes. Espero que tenham gostado da lista feita pela equipe e vejo todos na minha recapitulação sobre a Fase 2. See ya, fellas!

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Tassio Luan

”A Liga da Justiça é uma força de ataque. A Sociedade da Justiça é uma família.”

- Batman.

Deixar um comentário

Or