Literatura Marca Página

Terror no selo Legends | Apavore-se com Star Wars: Troopers da Morte

Escrito por Guilherme Chaves

A Editora Aleph, há algum tempo, é a responsável por vários lançamentos do Universo Expandido da franquia Star Wars aqui nas terras tupiniquins, e já publicou, para alegria dos fãs, diversos livros tanto do selo Legends, que não fazem parte da cronologia (não canône), quanto selo principal (recentemente em seu site, foi publicado uma lista cronológica de todas as obras, Confira Aqui). E uma incrível publicação da editora foi o livro Star Wars: Troopers da Morte.

Troopers da Morte é uma ideia ousada, inusitada e sensacional. Imagine misturar zumbis e Stormtroopers em um mesmo lugar, já é algo bastante estimulante, certo? Agora ouse mais um pouco e transforme esses Stormtroopers em zumbis! Isso pode ficar muito ruim, ou pode resultar em algo maravilhoso e te deixar sem ar em diversos aspectos. Para nossa alegria, o que ocorreu foi a segunda opção.

Trazendo personagens cativantes e uma excelente história de terror, não deixando de explorar diversas ferramentas criadas dentro do universo de George Lucas, a história nos tira o fôlego diversas vezes, e quando você começa, é bem difícil conseguir parar de ler.

Capa do Livro

A trama se passa 60% do tempo em uma nave de transporte de prisioneiros imperiais, denominado “Purgação” e 40% em um Destroyer Estelar abandonado, e nos mostra inicialmente a vida de dois irmãos, contrabandistas, que atualmente são prisioneiros do Império Galáctico. Além desses irmãos, também é explorado a história de uma ex-princesa que abandona seu planeta e se torna a médica do transporte imperial, e devido a convivência maior com os presos, acaba pegando um certo afeto por seus pacientes. Tal comportamento acaba gerando subtramas dentro do livro, além da trama principal. Outro personagem importante é o Capitão Sartoris, responsável por comandar um esquadrão de troopers e também responsável pela morte do pai dos garotos contrabandistas.

Após uma falha dos motores de hiperespaço da nave prisão em um território desconhecido, um esquadrão é enviado para um Destroyer Estelar abandonado, que também estava vagando por aquela parte do universo, no objetivo de encontrar peças para continuar a viagem. Porém quase imediatamente à chegada do esquadrão de volta a nave, uma doença começa a infestar toda a “Purgação”, dando início ao plot principal e deixando as subtramas de lado.

Além de todos os personagens criados para o livro, temos também algumas surpresas. Pra quem pensava que personagens conhecidos da franquia não poderiam aparecer, se enganaram, quem faz as participações especiais na obra são nada mais, nada menos que a maior dupla de canalhas e contrabandistas do universo Star Wars, Han Solo e Chewbacca, e como sempre fazem, roubam completamente a cena.

Sempre é bem interessante ver versões mais jovens de Solo e Chewie, e mesmo não entrando dentro da cronologia principal, a história se passa antes do Episódio IV da franquia, ou seja, eles ainda não são membros da Aliança Rebelde, o que dá totalmente o sentido dos dois estarem nos eventos ocorridos.

Pra quem somente gosta do gênero terror, é uma trama muito divertida, mas pra quem é fã da franquia e gosta de terror, é realmente uma mistura perfeita de sustos e referências ao universo Star Wars, que leva o leitor à um êxtase constante, super recomendado por nós da redação.

O livro, escrito por Joe Schreiber, está no catálogo da Aleph desde 2015, e pode ser encontrado em diversas megastores e livrarias.

 

 

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Guilherme Chaves

Líder comercial de dia, estudante de Administração Pública de noite e redator da Torre nas horas vagas.

Deixar um comentário

Or