Cinema

Joker será um drama político

Escrito por Daniel Estorari

O site Revenge of the Fans informa que Joker, próximo lançamento da Warner Bros. Pictures após Shazam!, será um drama político e uma histórica trágica de partir o coração.

A principal crítica que a produção fará, será a respeito do governo de Donald Trump, que assumiu a presidência americana em 26 de Maio de 2016. Thomas Wayne (Brett Cullen) será o principal ”antagonista” da história, sendo um milionário e dono da famosa Indústrias Wayne, que se candidatou a prefeito de Gotham. Mas, o que os habitantes da cidade não sabem, é que Thomas é um homem arrogante, prepotente e corrupto.

O veículo de entretenimento compara Joker com a adaptação V de Vingança (2006), sendo um dos projetos mais diferentes que o público apreciará vindo do ”gênero” super-heróis e história em quadrinhos.

Imagem relacionada

Coringa já foi interpretado por seis atores, sendo Jared Leto, Cameron Monaghan e Joaquin Phoenix os atuais. Leto continua dando vida ao palhaço do crime nas telonas. Sua versão, integra o Multiverse of DC, o universo compartilhado dos heróis da DC, fazendo a sua primeira aparição em Esquadrão Suicida.

Joker estreia em 4 de Outubro.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Daniel Estorari

With great powers...

Deixar um comentário

Or