Música

Grammy anuncia mudanças em categorias, incluindo a abolição do termo “Urban”

Escrito por Pedro Alonso

A Recording Academy, responsável pelo Grammy divulgou hoje (10) mudanças em algumas categorias. A principal delas foi a retirada do termo “Urban” das categorias voltadas para o R&B. Isso ocorreu após a Republic Records, gravadora de nomes como The Weeknd, Drake e Taylor Swift, iniciar uma campanha para eliminação do termo dentro da indústria musical. O Grammy já havia sofrendo diversas acusações de racismo nos últimos anos, e a categoria “Melhor Álbum Urbano Contemporâneo” criada em 2012 era bastante criticada.

O nome Urban havia ganhando popularidade em meados dos anos 80 e soava problemático por separar a música pop feita por artistas pretos da música pop dos artistas brancos.  Agora a categoria passou a se chamar “Melhor Álbum de R&B Progressivo”, que consiste em “Álbuns com elementos progressivos de R&B que podem incluir samples ou elementos de hip-hop, rap, dance e música eletrônica. Também podem incorporar elementos de produção encontrados no pop, euro-pop, country, rock, folk e música alternativa.”

The Weeknd, Draft Punk, Alicia Keys, Tribe Called Quest, Dave ...The Weeknd, o maior vencedor da categoria “Best Urban Comtemporary Album”

Na edição deste ano, Tyler The Creator foi o ganhador da categoria “Melhor Álbum de Rap” pelo seu aclamado álbum IGOR. Durante a coletiva de imprensa após a cerimônia de entrega, Tyler falou sobre como soava agridoce sua vitória nestas categorias.

“Por um lado eu estou muito grato que o que eu fiz pode ser reconhecido em um mundo como esse… mas é péssimo que sempre que nós, e eu quero dizer caras que se parecem comigo, fazemos alguma coisa que transcende gêneros ou coisa assim, eles sempre colocam em alguma categoria urbana ou de rap.”

E completou questionando a falta de artistas pretos nas categorias principais e de música pop.

“Eu não gosto dessa palavra ‘urbana’. Pra mim, é só uma forma politicamente correta de dizer a palavra com ‘n’ [referenciando a palavra inglesa ‘nigga’, que é racista quando falada por pessoas que não são pretas]. Então quando eu ouço isso, eu fico tipo, por que a gente não pode ser indicado pra categoria pop? Então eu fico tipo — metade de mim acha que a nomeação de rap é um elogio ambíguo.”

Tyler, The Creator Says His Grammy Win Feels Like A 'Backhanded ...Tyler The Creator, com o seu Grammy de Melhor Álbum Rap neste ano

Entretanto, a nomenclatura “Urbana” continua nas categorias voltadas para a música latina. O próprio termo é utilizado pelos artistas latino-americanos e não de forma pejorativa. Agora a categoria “Melhor Álbum Pop Latino” passa a se chamar de “Melhor Álbum Pop ou Urbano Latino”, e a categoria “Melhor Álbum Latino de Rock, Urbano ou Alternativo” têm nome de “Melhor Álbum Latino de Rock ou Alternativo”.

Há também mudança na categoria “Melhor Performance de Rap Cantada”, que premia músicas de rap que possuem cantos, seja do próprio rapper dono da canção ou de um convidado. Ela passa a ser chamada de “Melhor Performance de Rap Melódico”. E uma das principais categorias, também passou por alterações.

“Melhor Artista Novo”, mudou novamente de regras. Até a última edição, na qual Billie Eilish foi a vencedora da categoria, o artista para ser indicado só poderia ter lançado apenas 5 singles ou 30 músicas lançadas ao todo ou apenas 3 álbuns antes do período de elegibilidade do determinado ano. A partir de agora, não há mais limites de lançamentos para ser indicado nesta categoria.

Lizzo won three Grammys, but her mind was on Kobe Bryant tragedyLizzo, última vencedora da categoria “Melhor Álbum Urbano Contemporâneo”

A edição de 2021 do Grammy Awards está prevista para ocorrer no dia 31 de Janeiro, e seu período de elegibilidade é de Setembro de 2019, até Agosto de 2020.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Pedro Alonso

Estudante de Jornalismo apaixonado por muita coisa. Mas principalmente, por música, cinema e quadrinhos. Ou seja, a cultura pop no geral.

Deixar um comentário

Or