Literatura Marca Página

Discworld | Lordes e Damas

Escrito por Ravel Medrado

Sinopse: ”Os círculos de plantações estão aparecendo em todo lugar, o que significa que, mais uma vez, as paredes entre as realidades estão enfraquecendo. O pequeno grupo de bruxas da Vovó Cera do Tempo terá que se esforçar para impedir que meninas da vila desencadeiam forças malignas daqueles que não podem ser nomeados: Os Lordes e Damas. Além Magrat Garlick, bruxa, está para se casar com Verence II, rei de Lancre, contando com convidados inesperados composto de magos, trolls, dançarinos de Morris e um orangotango, além de sangue por toda parte.” (Adaptado)

LORDES E DAMAAAS

A saga de livros Discworld, escrita pelo inglês Terry Pratchett, foi um tremendo sucesso nos âmbitos da literatura fantástica, com bastante humor e ironia, trabalhando com diversos temas, em especial no volume Lordes e Damas, que explora as relações amorosas e de amizades e o choque de gerações.

Em Lordes e Damas temos a volta do trio dinâmico formado pelas três bruxas, Vovó Cera-do-Tempo, Tia Ogg e Margret, que vivem na região montanhosa dos Ramptons vizinha ao reino de Lancre, cenário principal em Estranhas Irmãs, onde ocorreu eventos importantes para entendermos nossa história. Magrat (nas edições da Record foi traduzida anteriormente como Margret) mal chega das aventuras de ”Quando as Bruxas Viajam” e já tem um casamento pronto com Verence II, seu namorado e atual rei de Lancre.

Enquanto isso, na Universidade Invisível, o Reitor Ridcully foi convidado para o casamento e irá levar o Tesoureiro, Ponder e o bibliotecário Orangotango como companheiros de viagem. Os magos fazem parte de um dos arcos da história que traz momentos cômicos e até mesmo de reflexões quanto às possibilidades nos multiversos e metafísica que rendem discussões pertinentes.

Lords e damas marc simonetti

Lords and Ladies por Marc Simonetti

Parece que o novo título de rainha mexeu com a cabeça da querida Magrat, agora ela está diante do dilema: ser bruxa ou rainha? Bruxarainha? Será mesmo que ela quer isso? Vovó Weatherwax (edições antigas: Cera do Tempo) e Tia Ogg se desentendem com Magrat, mas a preocupação maior é a ameaça dos círculos de plantações que são o sinal da época em que a divisão dos mundos se torna tênue, fraca, sem os cuidados necessários os Lordes e Damas voltarão.

Essa, por enquanto, foi a história que mais dei risada com todas as piadas de duplo sentindo, subjetividade e até as conversas sobre metafísica construídas de maneira incrível. O inicio da história é bem lento com um tom de suspense, nos apresenta novos personagens como o Sr. Brooks, o apicultor real. A arte da capa está maravilhosa com a arte do desenhista Josh Kirby, porém na tradução fiquei meio ”decepcionado” por não deixarem os nomes abrasileirados das edições antigas, como é o caso da Vovó Cera do Tempo, de qualquer forma não atrapalha no entendimento da história.

As alegorias feitas na história são bem interessantes, fazendo uma pesquisa rápida de eventos antes de 1992, data de publicação do livro, temos a Guerra do Golfo que lembra o conflito em questão do livro. Os Lordes e Damas (lamento repetir sempre o termo, é para guardar surpresa) parecem raposas além de se acharem superiores às outras raças e povos, o que lembra os EUA na Guerra do Golfo (1990-1991) ao invadir o Iraque (isso não quer dizer que nossos mocinhos são o Saddam), além disso eles possuem a capacidade de mostrar algo belo para seduzir seus inimigos ocultando sua verdadeira imagem diabólica.

LORDDDDS

Ciclo das Bruxas da saga Discworld, sem os livros da Tiffany.

Os livros de Discworld não possuem uma ordem propriamente dita, contudo, há uma lógica a ser seguida nas histórias divididas em ciclos, como é o caso das nossas últimas resenhas do ciclo das bruxas. Direitos Iguais e Rituais Iguais abre o ciclo das bruxas, em seguida, Estranhas Irmãs, Quando as Bruxas Viajam, Lordes e Damas, Maskerade e Carpe Jugulum. Lordes e Damas é o único livro do ciclo em circulação nas livrarias pela editora Bertrand, que está relançando as obras do Discworld.

Tenham uma ótima leitura!

Escrito por RM

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Ravel Medrado

A felicidade só existe na aceitação.