Cultura Japonesa Mangá Pagode Japonês

Coin Laundry Lady | A garota bizarra da lavanderia automática

Ao ver a checklist de lançamentos do mês de novembro, me deparei com uma sinopse bizarra e intrigante, sobre uma garota sinistra e misteriosa e uma lavanderia. Já sendo o suficiente para chamar minha atenção, decidi ler Coin Laundry Lady que acabou me surpreendo por contrariar as diversas opiniões negativas que havia ouvido sobre o mesmo.

Escrito e ilustrado por Hiro Kiyohara, Coin Laundry no Onna ou na localização internacional Coin Laundry Lady, é um mangá one-shot de 128 páginas serializado entre julho de 2005 a outubro de 2009 na revista Beans Ace.

A história segue a vida de Maoko, uma jovem estranha que tem prazer em assustar as pessoas que frequentam a sua lavanderia. Coin Laundry Lady é uma história humorística fundamentadas em piadas rápidas, onde cada capítulo apresenta uma nova desventura de Maoko e os demais personagens que frequentam a sua lavanderia.

Tendo o humor satírico como sua base, Coin Laundry Lady tem sucesso em entreter o leitor, embora muitas vezes o mesmo sinta que a história poderia ter um pouco mais de tempo para ser desenvolvida. Porém, é algo compreensível considerando a estrutura na qual a história se apoia. Cada capítulo segue Maoko e os diversos personagens, alguns dos quais, só aparecem uma vez.

De fato, Maoko é o coração da história que move os personagens com sua personalidade excêntrica e assustadora.

Ao ler essa obra me vi entretido com as piadas bobas e personagens clichê e unidimensionais. A história não se prejudica tanto com a profundidade de seus personagens pois os mesmos conseguem se estabelecer sobre a comédia em que são inseridos.

Meu tipo de mulher

O traço de Kiyohara é simplista, considerando a temática da história, porém com o sub tema de horror quase que ausente na trama, Kiyohara entrega diversos painéis incríveis muitos dos quais são apenas Maoko saindo de uma máquina de lavar.

Acredito que Coin Laundry Lady seja realmente um bom mangá, onde sua má fama é fruto da sua própria estrutura acelerada como também da expectativa de uma história contínua. O humor da história consegue se manter em um nível onde o leitor consegue ler com tranquilidade e, mesmo que não hajam risadas, se mantém um nível satisfatório.

No Brasil, Coin Laundry Lady foi publicado pela editora JBC em novembro de 2017.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Luis Alex Butkeivicz

Estudante colegial, fã da cultura pop japonesa moderna e contemporânea aka otaku e escritor

Deixar um comentário

Or