Séries

Atores falam de seus rumos nas séries do Arrowverso | Oliver e Barry ganham novos trajes

Escrito por Tiago Bacelar

A primeira edição mensal da revista Entertainment Weekly foi dedicada ao Arrowverso, universo formado por Arrow, Supergirl, Legends of Tomorrow, Flash e Batwoman.

Stephen Amell, Melissa Benoist, Grant Gustin, Caity Lotz, e Ruby Rose falaram sobre as suas relações com o Arrowverso. Confira.

Stephen Amell como Arqueiro Verde.

“Quando eles me ofereceram o trabalho em Arrow, em 2012, se tivessem me dito que teria que pagar 5 mil dólares por episódio para estar na série, eu teria dito que aceitaria fazer.

Arrow foi a coisa mais importante da minha vida por uma larga margem. Quando me casei, Arrow tornou-se a segunda mais importante.

Então, minha esposa e eu tivemos nossa filha, e Arrow caiu para a terceira posição, mas eu ainda me importo para caralho com ela. Eu realmente, realmente me importo. eu penso sobre isso todo o tempo”, Stephen Amell.

“Ser o Flash na televisão, cercado por todos esses super-heróis, é algo que nunca imaginei que pudesse realizar na minha vida”, Grant Gustin, o Barry Allen, em Flash.

“Eu tive um crescimento com essa personagem. Levou-me um longo tempo para realmente sentir a força de ser uma super-heroína. Eu acredito que se você não sentir isso internamente, a transmissão do personagem para o público não vai acontecer”, Melissa Benoist, a Kara Danvers, em Supergirl.

“Demorei para me encontrar, quando estreei como Sara Lance/Canário Negro em Arrow. Eu me sentia estranha naquele traje. Lembro de disse para minha amiga que estava terrível naquela roupa.

Ela me disse que não importava como eu me parecesse. Tudo que importava era como eu me sentia. Se eu me sentisse bem, eu iria me aparentar bem.

Então, disse para mim mesma que me sentia bem, que estava satisfeita com meu visual e que iria fazer isso”, Caity Lotz, protagonista de Legends of Tomorrow.

“Eu sinto que até agora não tinha recebido a oportunidade de interpretar uma personagem com todas essas dinâmicas de trauma grave, coração partido, traição e perda. Ela é dura. Ela tem realmente um coração duro por muitas razões válidas”, Ruby Rose, a Kate Kane, em Batwoman.

“Tem sido incrível participar do Arrowverso. Tenho tanto orgulho do Grant e da Melissa, e fico feliz que a Caity cresceu tanto para virar essa líder hoje em dia. Eu estou também muito empolgado pela Ruby. É fantástico fazer uma série que deu nascimento a outros seriados”, Stephen Amell.

“Interpretar o Velocista Escarlate definitivamente se tornou para mim um trabalho. Trabalho por longos períodos de tempo e por vários dias, juntamente com a maioria do elenco e da equipe de produção.

Mas acabam tendo alguns momentos que você percebe não ser uma coisa tão normal assim, tipo no ano passado, quando nós fizemos crossovers com o Tyler Hoechlin no papel do Superman.

Eu estava no set com o Superman pela primeira vez. Foi um grande momento para mim, e estar na Fortaleza da Solidão fez minha mente explodir”, Grant Gustin.

“Uma das coisas mais loucas que já fiz na vida foi a cena com muitos heróis na Waverider, em 2017, no crossover da Crise na Terra-X. Todo mundo de Legends, Arrow e Flash estava ali.

De primeiro momento, parecia que estava no Halloween. Foi muito estranho para mim, mas, então, vi todos juntos ali emanando um poder incrível por todo aquele set.

Só colocar aquele traje faz com que você se sinta uma pessoa diferente. Nós fazemos isso todo o tempo, atuando, mas aqueles trajes, eles emitem vozes. Aquele momento vai ficar marcado eternamente em mim, porque eu penso que todos sentiram isso”, Melissa Benoist.

“O primeiro grande crossover com os aliens foi muito divertido de fazer. Já quando fizemos a cena do casamento na Crise da Terra-X, em 2017, reencontrar-me com o elenco de Arrow foi bem especial. Estou curiosa em ver como será com o próximo, porque a Crise nas Infinitas Terras será o maior crossover que já tivemos”, Caity Lotz.

“Existem muitas coisas que me fazem ter uma identificação com a Kate, e algumas coisas onde sinto estar envolvida de certa maneira com trejeitos particulares que ela tem, e em outros lados, ela tem trejeitos que eu desejo ter durante a vida. Dessa forma, nós podemos aprender uma com a outra. Ela adora o amor. Há poucas coisas que ela não faria por amor. Eu tenho muito desse mesmo jeito dela”, Ruby Rose.

“A maior coisa que levarei quando terminarmos essa série é que minha filha realmente admira o que eu faço. Ela vem ao set todo o tempo. Sei que isso não vai durar para sempre, mas ela senta no estúdio e grita ação quando pode. Honestamente, é a coisa mais legal”, Stephen Amell.

“Eu penso que é bem ambicioso o que tentamos fazer aqui, semanalmente, em cada série do Arrowverso, nos crossovers, em tudo. Fazer alguma coisa desse jeito na TV, e tentar dar uma nova forma do que é possível ser feito na TV, é muito especial. É incrível fazer parte disso.”, Grant Gustin.

“Eu penso que nossa série sempre tem lidado bem com questões políticas. Nós começamos querendo fazer algo super forte e feminino, que realmente falasse sobre a força da mulher, qual seu significado e como dar mais poder para elas. Todo dia no set, nós estamos pensando sobre o que procuramos dizer para as pequenas garotas que nos estão assistindo, e os pequenos garotos também, todo mundo. Nós só buscamos enviar esperança e inclusividade”, Melissa Benoist.

“Há definitivamente algo especial no Arrowverso. Você ver Arrow e todos os outros seriados que nasceram dele, vendo mensagens de força. Eu penso que nós realmente precisamos de heróis nesse momento. Essas séries com esses heróis nos inspiram a sermos melhores, fazermos o melhor”, Caity Lotz.

“Eu considero essa série, que tem a Caroline Dries como showrunner, algo que desejávamos ter assistido quando criança, vendo a diferença em nossas vidas que algo assim poderia ter feito”, Ruby Rose, que se identifica como uma lésbica, e interpretar uma super-heroína LGBTQ.

Arrow retorna com a sua oitava e última temporada no dia 15 de outubro na CW.

The Flash retorna no dia 8 de outubro na CW.

Capa inspirada na arte de Neal Adams para Superman #233. Supergirl retorna no dia 6 de outubro na CW.

DC’s Legends of Tomorrow retorna em 2020 na CW.

Capa inspirada na arte variante de Michael Cho para Batwoman #11. Batwoman estreia no dia 6 de outubro na CW.

Adquira Funkos de Arrow na Amazon, clicando aqui.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Tiago Bacelar

Estudante de Direito e formado em Jornalismo e em Cinema. Gosta de filmes e seriados de gêneros variados. Escreve para a Torre de Vigilância desde 2015.

Deixar um comentário

Or