Anime Cultura Japonesa Pagode Japonês

Amagi Brilliant Park | Revivendo um parque de diversões

Então, você já foi a um parque de diversões?

Embora seja algo que muitos ainda não foram capazes de experienciar, certamente todos já ouvimos falar sobre ao menos uma vez em nossas vidas. Montanhas russas, estandes de tiro, xícaras giratórias, roda gigante, são elementos característicos que definem um parque de diversão.

Ambientado quase que exclusivamente em um parque, Amagi Brilliant Park me fez gostar um pouco mais deste ambiente através de uma comédia simples e com diversos momentos hilários, onde me surpreendi com o desenvolvimento dos personagens e sua posição na história. Mas nem tudo é perfeito em Amagi Brillant Park.

Produzido pelo notório estúdio Kyoto Animation, Amagi Brilliant Park estreou em outubro de 2014 sendo uma adaptação de um novel de mesmo nome. O foco principal da história é Kanie Seiya, um jovem estudante que após ser levado em um encontro por Isuzu Sento acaba assumindo a administração de um parque de diversões a beira do fechamento. O parque precisa lá atingir uma meta de 500 mil visitantes em três meses para que o parque não seja fechado, assim, Kanie assume a responsabilidade de reerguer o parque como o escolhido de uma antiga profecia.

Amagi Brilliant Park deixa de lado muitos aspectos do gênero, como os elementos de slice of life e drama. A princípio, é como qualquer outro anime onde o protagonista é guiado por uma personagem suporte e ao final do primeiro episódio ele recebe poderes mágicos, que logo se tornam irrelevantes neste caso. Embora o primeiro episódio seja um desastre em entreter o espectador e deixe muito a desejar, logo o show passa a construir sua própria identidade, mesmo que seja a de uma totalmente absurda.

O show admite sua ambientação fantasiosa e sem sentido, se prendendo a quase nenhum senso de realismo com animais falantes e alcoólatras, poderes mágicos e adolescentes gerenciando um parque.

De fato, é isto que constrói grande parte do humor do anime além da relação de Kanie e Isuzu com os poucos personagens que realmente tem um pingo de profundidade.

Is that a Gurren Laggan reference!?

Assim como uma montanha russa, este show tem altos e baixos, mas ainda sim consegue terminar com uma nota positiva. E embora não seja construído sobre o mesmo tipo de humor e de referências, assim como Gamers!, Amagi Brilliant Park é muito mais aproveitável se você souber o que esperar do show. Não uma grande produção ou um slice of life repleto de drama e alegria, mas sim uma comédia com um honor tolo.

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Luis Alex Butkeivicz

Estudante colegial, fã da cultura pop japonesa moderna e contemporânea aka otaku e escritor

Deixar um comentário

Or