Música Vitrola

10 DJ’s ‘desconhecidos’ que você precisa conhecer

Escrito por Daniel Estorari

Ao lado de músicas Indies, as melodias geradas a partir de um computador foi algo que sempre me agradou e fez parte das minhas playlists. De tanto escutar esse estilo e me aprofundar mais no assunto, a música eletrônica acabou virando o meu gênero favorito, deixando o Indie em segundo plano. Então, como um bom amente dessas eufonias, irei te indicar 10 Djs desconhecidos que merecem a sua total atenção e quem sabe, possam se juntar no seu aplicativo de música, no qual merecem o seu ”play” antes de você for fazer qualquer atividade.

De preferencia, é preciso que você saiba que a música eletrônica é dividida em vários gêneros e subgêneros, como por exemplo o House, que tem como objetivo fazer o seu ouvinte dançar; o Future Bass, que aparece apenas em músicas mais tranquilas e seria um refrão futurista agitado e triste; o Tropical AF, que como o próprio nome diz, remete a uma paisagem tropical e dentre outros. Portanto, além de indicar os artistas, terá uma pequena nota dizendo qual o gênero que cada um produz. Então, coloque o seu fone de ouvido no último volume, e curta ao máximo essa lista.


10-Flume 

Resultado de imagem para flume

Gênero: Não possui, a maioria das suas composições seguem uma linha de raciocínio mais independente, tendo em mãos, um artista que produz partituras de diferentes estilos, mesmo se ”dedicando” mais ao Tropical AF. 

Começando pelo mais famoso dessa pauta e o rosto que ilustra a capa dessa coluna, Flume é um nome bem conhecido no ramo, mas claro, para aqueles que estão familiarizados apenas com Skrillex, Martin Garrix, Calvin Harris e outros renomados, sentirá uma pequena estranheza ao ouvir o nome artístico do rapaz. O australiano já realizou diversas parcerias com renomados artistas , como por exemplo: Tove Lo, Lorde, Disclosure,  Chet Faker e dentre outros. Em 2017, Harley Edward Streten (seu nome verdadeiro) ganhou o Grammy por melhor álbum, o Skin.

Posto que, Never Be Like You é considerado o seu som mais conhecido, Insane é a sua deixa para começar a acompanhar o artista, no qual ele utiliza elementos dos anos 80 com um toque moderno para dar vida ao cântico.

Ouça logo abaixo:


9-San Holo

Resultado de imagem para san holo

Gênero: Future Bass com toques de House.

Sander van Dijck, também conhecido como San Holo, ficou popular após fazer um remix da música The Next Episode, de Dr. Dre. Com isso, o DJ chamou a atenção de grandes empresas, como a VEVO e Heroic Recordings, lançando em 2013, o seu primeiro EP, Cosmos, que na época, ficou entre os 100 artistas mais escutados do iTunes. Atualmente, o artista tem tocando em várias festivais, deixando a sua marca nessa esfera tão vasta.

O artista vem fechando várias parcerias com diversos famosos, e atualmente, o seu último lançamento foi o EP, The Trip e a música One Thing, que você pode conferir logo abaixo:


8-Porter Robinson

Imagem relacionada

Gênero: Progressive House, Future Bass e Synthpop.

Amante da cultura japonesa, Porter Robinson começou a produzir sonâncias eletrônicas a partir dos seus 12 anos de idade, no qual usava o ACID Pro para caracterizar as suas canções. Atualmente, o artista vem fazendo a sua trajetória a partir de músicas com vocal chops melancólicos e com ritmos alegres e contagiantes, como é o caso da canção Shelter produzida em parceria com o músico Madeon.

Sad Robot faz parte da sua nova ”identidade” musical, mas, não se deixe enganar, ela ainda produz os seus famosos traços citados logo acima e como o mesmo já declarou, o objetivo dele não é fazer composições com gêneros, mas sim, gerar sons bonitos e marcantes.


7-Fakear

Resultado de imagem para fakear

Gêneros: Vocal Chops e Tripical AF.

O DJ francês Théo Le Vigoureux não possui muitas informações a respeito de sua vida na Internet, porém, com o nome de Fakear,  o músico começou a sua carreira em 2013 e segue até hoje, fazendo shows mais privados para rádios e emissoras de televisões.

Give Me A Sign está longe de ser o hit mais famoso do artista, mas é o mais recente e conta com uma letra  doce acompanhada da voz calma e fina da Dana Williams.


6-ILIVEHRE.

Resultado de imagem para ILIVEHERE

Gênero: House e Future Bass.

As informações presentes sobre ILIVEHRE na internet são quase nulas. O mais relevante que se tem ao seu respeito, é que ele e San Holo são grandes amigos e que um vive remixando a música do outro.

Coming Home é a sua melodia de maior sucesso, que quando a ouvi pela primeira vez, fiquei em um relacionamento muito sério com o replay e aposto que você também ficará.


5-Møme

Resultado de imagem para Møme

Gênero: House.

Mais um francês na nossa lista! Jérémy Souillart, começou a sua carreira em 2015 e já conta com vários hits de sucesso, como é o caso de Aloha e Gravitation, gravado em parceria com o artista Isaac Delusion. 

O seu sucesso mais recente é o single Playground, que lembra uma versão mais estilizada da trilha sonora do excelente Interestellar, composta por Hans Zimmer.


4-DROELOE

Resultado de imagem para droeloe

Gênero: Future Bass, Tropical AF, Industrial e Techno.

A dupla californiana e também amigos de San Holo,  é composto pelos artistas Hein Hamers, Vincent Rooijers e seu hit de maior sucesso é Lines of the Broken, composta em parceria com  Dijck. 

Porém, como o objetivo dessa coluna é apresentar músicas solos de cada DJ, Lilypads é o som ideal que você deve começar a acompanhar deles, onde é remetido uma paisagem mais lúcida, lembrando até mesmo, a trilha sonora de um sonho.


3-Faux Tales

Imagem relacionada

Gênero: House, Future Bass e Tropical AF.

Natural da Suíça, Faux Tales se consolidou gravando múscas ”a la” cinematografias, mas, quando chega em seu refrão, o músico faz uma bela composição misturando meios eletrônicos com algo mais natural e simplório.

Abaixo, você pode escutar Beacon, uma trilha sonora com toques nórdicos que me chamou a atenção e me fez escutar várias outras composições do DJ.


2-Madeon 

Resultado de imagem para madeon

Gênero: SynthpopHouse  e Nu-disco.

Madeon é um DJ e produtor francês de apenas 24 anos, e ganhou um destaque maior após o hit Pop Culture, no qual misturava várias músicas pops em um único som. Após isso, ele lançou o seu primeiro EP em 2012 intitulado The Cityganhando um enorme destaque no ramo.

Com traços de uma música de vídeo game dos anos 80, ouça Brings, um som totalmente autoral do artista lançado em 2015.


1-Petit Biscuit

Imagem relacionada

Gênero: Tropical AF e House.

Apesar de não ser o meu DJ favorito, o francês de apenas 18 anos de idade chamado Petit Biscuit, me conquistou através de suas músicas simples e tocantes, que com certeza se você estiver em um dia não muito bom, não será complicado arrancar algumas lágrimas de você.

Apesar de ser mais acústico do que eletrônica, o conheci através do single Sunset Lover, que transmite uma ambientação de paz e tranquilidade ao seu ouvinte. 


É meu caro leitor, eu sentia uma vontade imensa de fazer essa coluna com o objetivo de te fazer conhecer músicas que eu tanto amo e gosto, e no final, aposto que você não se arrependeu e que com certeza, adicionou pelo menos metade dessa  lista em sua playlist do cotidiano (ou não).

Espero que tenha gostado, até a próxima e nunca ouça a música, mas sinta-a com o seu coração. <3

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Daniel Estorari

With great powers...

Deixar um comentário

Or