Literatura Marca Página Séries

Resenha | Robin Hood

Escrito por Ravel Medrado

Sinopse: ”O clássico Robin Hood encontra sua melhor versão literária no talento inquestionável de Alexandre Dumas.

Ambientado na Inglaterra nos séculos XII e XIII, em especial sob o tumultuado reinado de Ricardo Coração de Leão, o livro traz as peripécias do fora da lei e seu bando dos alegres homens da floresta em busca de justiça e igualdade, e também de diversão. Nas matas de Sherwood e Barnsdale, acompanhamos os embates de Robin com o xerife de Nottingham, sua história de amor com lady Marian e sua parceria com o leal João Pequeno e frei Tuck – tudo isso, e muito mais, na narrativa ágil e mordaz que é marca registrada do autor.

Resultado de imagem para robin hood dumas

O príncipe dos ladrões, título atribuído a Robin Hood personagem do folclore inglês, ganhou diversas versões na literatura. Howard Pyke talvez seja o escritor que mais popularizou a história como nós conhecemos até mesmo filmes ajudaram a completar no nosso imaginário a imagem do peculiar Hood. Contudo, muito antes de Howard Pyke e o cinema nascerem, foi publicado em 1872 e 1873, As Aventuras de Robin Hood e O proscrito, ambos escritos por não menos que, Alexandre Dumas, escritor francês.

A versão de Dumas já começa a surpreender na sua própria apresentação da edição da editora Zahar, contando-nos sobre a participação de outra figura que ajudou a compilar o volume: Victor Perceval, um pseudônimo de Marie de Fernand.

c7cd813cc3277a7a6dc370658377933f

O Resgate de Robin Hood das mãos do Barão Fitz-Alwine.

Robin Hood não era pobre, não tinha nome Hood e não ajudava os ‘’pobres’’. Na obra de Dumas, Robin é deixado por um nobre cavaleiro em uma casa campesina onde vivia os Head, os quais receberiam uma generosa mesada para cuidar do bebê. Robin cresceu, é lhe revelado suas origens e acrescentado a isso o aparecimento de Allan Clare, um cavaleiro apaixonado por Christabel, e sua irmã Marian Clare, que vão mudar os rumos da simples vida do campo de Robin que, aliás, já tinha uma ótima pontaria com o arco e flecha.

Como surgiu o Hood é um mistério, mas claro que isso deve ter sido criado pelo Dumas que misturou o mito com sua imaginação, simplesmente Robin Head com o tempo foi sendo chamado de Hood. Robin vive com seus pais na orla da floresta da famosa Sherwood que fica próximo do Barão de Nottigham, Fizt-Alwine, pai da belíssima Christabel.

Em As Aventuras de Robin Hood, primeira parte do livro, há o encontro de personagens memoráveis como João Pequeno e a formação do bando dos homens livres na floresta de Sherwood, com derrota de Robin perante a um tribunal… Mas sem muitos detalhes para não dar spoilers. A segunda parte, O proscrito, possui pequenas aventuras de Robin já com sua fama de roubar qualquer um que passe pela floresta e no final o encerramento dos acontecimentos da primeira parte com a morte romantesca de Robin. Confira uma cena da animação feita pela Disney:

Reviravoltas são comumente vistas nas obras de Dumas, não seria diferente em Robin Hood. A obra consegue surpreender, tendo seus ápices de violência e aventura, como também, partes devotadas para os relacionamentos amorosos e de camaradagem.

Não se pode esquecer da participação de ícones da história inglesa, vide reis Ricardo Coração de Leão e João Sem-Terra. A obra foi publicada postumamente fazendo com que a mesma não seja tão famosa quanto O Conde de Monte Cristo ou Os Três Mosqueteiros, mas a competência do autor permanece digna do seu nome e sua capacidade de criação. Tenham uma ótima leitura!

Compartilhar

Sobre o Autor

Ravel Medrado

A felicidade só existe na aceitação.