Serial-Nerd Séries

Isso é mesmo ficção? | Entre no transe de Black Mirror

black mirror torre
Escrito por Guilherme Chaves

Em decorrência de tudo o que está acontecendo e do que virá a acontecer na sociedade hoje em dia, Black Mirror acaba virando algo excepcional na vida do ser humano.

Trazendo plots que vão desde um ato terrorista, até “visões” de vidas futuras, em que dentre elas, vemos uma época onde a tecnologia consegue acessar qualquer uma de suas lembranças e reproduzir em uma tela (como em um filme), a série aborda muito mais que ficção. De alguma forma através de “apetrechos fictícios” usados pelos diretores e roteiristas, podemos enxergar uma espécie de espelho futuro (ou porquê não espelho negro?) em uma forma What if  (E se?) do mundo onde vivemos.

Episódio 03, Temporada 01

Episódio 03, Temporada 01

Seu formato apesar de ser curioso, não deixa nada a desejar. Cada episódio é como um filme ( o que impede de falarmos do mérito de cada um em apenas uma crítica ), envolvendo elenco, diretores e roteiristas diferentes, e não apresentam nenhuma ligação com o anterior ou próximo ( isso significa que você pode ver aleatoriamente qualquer um, e ainda assim ter a mesma experiência de quem acompanha desde o primeiro).

Entrando bastante na categoria Drama, os conflitos internos de cada personagem para conseguir fugir do que está ao redor é geralmente o que mais impressiona e ao mesmo tempo “desespera” a quem assiste. O criador, com a ajuda da equipe criativa dos capítulos, também procura responder muitas daquelas perguntas que fazemos sempre que estamos em situações difíceis, o que ajuda a cada um, além de coletivamente se identificar individualmente com a série.

O mais divertido, digamos que o ponto alto, e também o que é mais desafiador dentro do seriado, é tentar descobrir qual a trama principal do episódio. Já que aborda muitos tópicos em cada capítulo, inicialmente você acha que encontrou o assunto, mas até o fim, você muda de opinião diversas vezes. Também vale ressaltar as sensações ao assistir. A obra faz você se emocionar, vibrar, se decepcionar, ficar com medo, enfim, ela mexe bastante com várias partes do seu emocional.

Episódio 01, Temporada 02

Episódio 01, Temporada 02

Visando tudo o que é abordado no seriado, na opinião desse humilde colunista, o programa merece no mínimo um Oscar, por essa tentativa diferente de tentar abrir os olhos das pessoas através do seu próprio meio de fuga ou alienação. Ainda não foi assistir? CORRE!

PS: Você pode ter pensado que eu exagerei bastante ao dizer, no primeiro parágrafo, que a série acaba virando algo excepcional na vida do ser humano, pois bem, aqui vai o por que: Ao assisti-la, ela pode te deixar com pouquíssima fé na humanidade, mas ao mesmo tempo ela consegue te incentivar a ser uma pessoa melhor e diferente do que acabou de ver ( E em vista de tudo o que não para de acontecer, é o que precisamos para o planeta: pessoas melhores ).

Comentários
Compartilhar

Sobre o Autor

Guilherme Chaves

Líder comercial de dia, estudante de Administração Pública de noite e redator da Torre nas horas vagas.